História

Monte Alegre de Goiás

Fundação: 1947

Aniversário: 12 de Outubro

Gentílico: monte-alegrense

População: 8.527 habitantes

Área: 3.119,808 km²

Sob a invocação de Santo Antônio, em 1769, foi edificada a primeira capela no arraial do Morro do Chapéu ou Santo Antônio do Morro do Chapéu.
Ignora-se, entretanto, quando efetivamente chegaram os primeiros imigrantes para exploração de garimpos de ouro no município, sabe-se apenas que a sua origem teve por base a mineração aurífera.

A cidade foi fundada como as demais cidades antigas de Goiás, exclusivamente sob o influxo da grande produção de ouro. Uma vez tendo aumentado a produção de ouro, a localidade desenvolveu-se e cresceu com sua população aumentando face a entrada de garimpeiros e escravos.

Segundo lenda regional, o nome primitivo de Chapéu foi dado à localidade por ter sido encontrado nas imediações de um grande morro um chapéu que se diz ter pertencido a determinado garimpeiro devorado por tigre. Há também a versão de que o mesmo nome tenha sido originado de um morro vizinho à localidade e que tem a forma de um chapéu desabado, denominação esta conservada até hoje ao referido acidente geográfico, ficando a cidade no pé desta elevação.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Paraná, pela Lei ou Resolução Provincial n.º 8, de 04-07-1851, no município de Arraias.
Elevado à categoria de vila com a denominação de Paraná, pela Lei ou Resolução Provincial n.º 565, de 25-07-1876, desmembrado de Arraias.
Pelo Decreto n.° 5, de 05-03-1890, é criado o distrito de Campos Belos e anexado ao município de Arraias.

Elevado novamente à categoria de vila com a denominação Chapéu, pela Lei Estadual n.º 271, de 04-07-1906, desmembrado de Arraias. Constituído de 2 distritos: Chapéu e Campos Belos, ambos desmembrados de Arraias. Instalado em 07-08-1906.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município aparece constituído de 2 distritos: Chapéu e Campos Belos.

Assim permanecendo em divisão administrativa referente ao ano de 1933.
Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1836 e 31-XII-1937, não figura o município de Chapéu nem o distrito de Campos Belos ambos figurando no município de Arraias.
Elevado novamente à categoria de município com a denominação de Chapéu, pelo Artigo 62, do Ato das disposições transitórias de 20-07-1947, desmembrado de Arraias. Sede no antigo distrito de Chapéu. Constituído de 2 distritos: Chapéu e Campos Belos, ambos desmembrados de Arraias. Reinstalado em 12-10-1947.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município é constituído de 2 distritos: Chapéu e Campos Belos. Pela Lei Estadual n.º 773, de 16-09-1953, o município de Chapéu passou a denominar-se Monte Alegre de Goiás. Pela Lei Estadual n.º 781, de 01-10-1953, é desmembrado do município de Monte Alegre de Goiás o distrito de Campos Belos. Elevado à categoria de município. Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2018.

Desenvolvido por